Quilômetros Vermelhos

large (36)

Agora, nesse exato momento eu devia estar indo pra perto de você. Atravessando mares, grandes fronteiras e tudo o que viesse pela frente, porque o amor que eu sinto por você ultrapassa qualquer barreira. A melodia da música consegue me transportar para o seu lado. Há letras que descrevem a gente tão claramente. Vejo o reflexo do seu rosto nas águas mais cristalinas que um dia puderam ser tão puras. Fecho os olhos e consigo ver nós dois, felizes como nunca estivemos antes.
Eu sinto seu toque, sinto o seu abraço, sinto o seu beijo, o mais incrível beijo que um dia pôde existir. Você está longe, tão distante como sempre esteve. Queria que soubesse o quão forte é o que eu sinto por você. Que soubesse que eu penso em você todos os dias. Fico pensando em que livro você está lendo agora, quais músicas fazem parte da sua vida de uns tempos pra cá e até se já encontrou um outro alguém.
Você é o motivo pelo qual eu estou aqui, tudo isso é por você e só por você. E irá saber disso, eu espero. Ouvir sua voz é como sentir a paz florescendo dentro de mim, é incrível o impacto que você me causa mesmo estando a milhares e milhares de quilômetros de distância. Vejo suas fotos e imagino um futuro brilhante, cheio de amor. Queria que soubesse disso, que soubesse que eu estou aqui pra você. Que soubesse que eu te amo e que a cada dia que passa, os quilômetros ficam mais vermelhos.
Anúncios

Mas e o agora?

Y0YMS4ncAF

Já se sentiu perdido? Sem fazer a menor ideia de que caminho seguir? É como um vazio persistente dentro do peito, é pesado. Você olha pra todas as pessoas a sua volta e elas sabem exatamente o que fazer, que rumo tomar. Elas tem tudo tão planejado, tem sua própria estrada de luzes quentes e brilhantes trilhando um caminho que elas conseguiram escolher, o caminho de suas vidas.

Mas e você? Você está aí, perdido olhando pro nada e pensando “oque eu tô fazendo de errado?”. A pior parte é que eu sou essa pessoa. Eu sou a pessoa que está perdida. Minha estrada era pra estar brilhante como a dos outros mas as luzes dela estão apagadas, só restando a névoa cinzenta e fria se alastrando cada vez mais. Sei que no fim vou encontra-la, mas e o agora? Como fica? Vivemos a vida no acelerado, pensando sempre no futuro e fazendo tantos planos incríveis, mas e o agora? O presente. Quer dizer, estamos vivendo isso! Isso aqui, nesse exato momento estou escrevendo esse texto, colocando todos os meus pensamentos nesse pra fora e isso é libertador. A lição disso (e que eu tô tentando colocar em prática) é não ter medo de errar. Não sei por quais problemas vocês estão passando, mas caso façam uma escolha errada, não se julguem. A vida é feita de erros e aprendemos com eles, faz parte. Tirem proveito de tudo o que acontece em suas vidas. Como fica o futuro nós não sabemos, mas podemos fazer nosso presente.

O silencioso azul

3sSfCjY6cg

Imagine…

Ela não devia estar aqui. Essa angústia, esse vazio persistente dentro do peito. Me imagino caindo na água, ela está fria e tão azul. A luz da lua refletia perfeitamente nas ondas fracas daquela piscina. Lágrimas. O peito ofegante e um silencioso pedido de socorro. “Oque estava acontecendo?” isso me enlouquecia. As dúvidas eram insanas. Ar. Respirei profundamente, o máximo que meus pulmões podiam aguentar. Fechei meus olhos e me deixei levar água a dentro. Gritar. Gritar sem ninguém poder te escutar, e por fim cair em um abismo profundo. O silêncio era tão presente ali, calmo e qualquer barulho era acuado pela água. Não sabia ao certo o que estava fazendo. Perdida. Estava tão perdida e atordoada, sem nenhuma condição de tomar qualquer decisão. Por mais escondido que tivesse, a dor estava ali, a cobrança estava ali a todo momento me lembrando de decidir tudo. Ninguém pode escolher a não ser eu mesma e isso é assustador. Apagar as luzes por um momento e pensar nas coisas tão simples que eu desejava, e no mesmo instante pensar na barreira que existe ali. Sei que posso quebra-la, mas como? Não quero acender as luzes por enquanto, pode ser?

Um bom clichê

large (35)

“Algumas pessoas tristes dizem que o amor é uma doença, e se for, quero ser doente de amor por você por toda minha vida.”
Eu sei, isso tudo é tão clichê não é? Sabe quando você quer escrever oque sente mas não consegue sair nada além de clichês e mais clichês? Então, bem vindo ao clube! Mas sabe, eu gosto dos clichês, são a parte boa que restou do mundo em que vivemos hoje. Cartões apaixonados, flores perfumadas, serenatas de amor a beira da janela, todos esses bons clichês foram deixados para trás. E o que nos restou foram as palavras, e eu não tenho medo de usa-las. Vocês também não deveriam ter. Nós da nova geração tentamos inovar os clichês, deixa-los mais ousados como gosto de chamar. E não tem problema nisso, não podemos viver no século 20 a vida toda né? Mas quero que continuem com os textos apaixonados e as flores! Se vamos ser jovens ousados, que seja uma ousadia de bom gosto, usando um bom clichê <3.

A luz no fim do túnel

large (33)

Eu sei, as vezes parece que ela não existe. Focamos tanto no caos a nossa volta e esquecemos de dar valor as pequenas coisas que acontecem no nosso dia, como o café quentinho recém preparado pela cafeteira em todas as manhãs ou o bom livro que está te esperando para ser lido. Pensamentos de desistência passam o tempo inteiro pela nossa cabeça, o otimismo que tínhamos no começo vai se perdendo pouco a pouco e você não entende oque está acontecendo. Mas apesar de todos os problemas ao seu redor estarem constantemente te deixando abalada, não deixe isso desanimar você. Lembre-se que você é capaz de tudo! Você pode mudar tudo isso, o destino é você quem faz. Não deixe comentários maldosos afligirem você, te tirar do seu objetivo, dos seus sonhos. Mentalize tudo dando certo, mentalize-se tendo um futuro brilhante, e corra atrás disso. Ache uma luz no fim do túnel. Você só encontra com ela se tiver fé e acreditar que pode conseguir realizar tudo o que quiser.

Espero ter ajudado alguém que estava precisando ler essas palavras! ❤